O hardware é um chip para TVs e dispositivos móveis que captam sinal de TV criado pela Intel. Já o software é um engine do Yahoo! que torna as aplicações web inelegíveis para o chip da Intel.

Na prática, um televisor com o chip instalado, pode exibir na tela serviços de internet como previsão do tempo, e-mails, mensagem instantânea e até ferramentas de rede social, como o serviço de microblog Twitter e o álbum de fotos online Flicker.

Ao habilitar o “Widget Channel”, uma barra horizontal aparece no rodapé do televisor e o usuário pode navegar em aplicações web ao mesmo tempo em que o aparelho capta sinal de TV.

Não há uma data para o serviço estrear comercialmente, mas testes já são feitos nos Estados Unidos em parceiras com emissoras como MTV e fabricantes de aparelhos de TV.

Anúncios

A IBM vai construir dois grandes data centers de cloud computing, um na Carolina do Norte, nos EUA, e outro em Tóquio. No projeto norte-americano serão gastos US$ 360 milhões, enquanto no Japão o investimento será mais modesto: US$ 40 milhões.

Segundo a revista ComputerWorld, o data center da Carolina do Norte será construído em um antigo prédio da IBM, que será reformado para oferecer cerca de 5 mil metros quadrados de área. A empresa já emprega cerca de 11 mil pessoas na região e novas contratações são esperadas.

O cloud computing é uma aposta das grandes empresas atualmente. Nesta semana, o Yahoo, a Hewlett-Packard e a Intel já anunciaram projetos próprios na área.