HP Pavilion Elite m9460br

HP Pavilion Elite m9460br

A HP anunciou uma série de desktops no Brasil que devem chegar a partir do mês de novembro. Desde modelos mais básicos, até máquinas poderosas, como o HP Pavilion Elite m9460br. E é desse último que vamos falar agora.

 

Para começar, configurações básicas já empolgam: Intel Core 2 Quad Q8200, 6 GB de RAM e HD de 500 GB. Ok, vai, com processador e memória desse nível, 1 TB no disco rígido não faria mal a ninguém. Mas não é isso que vai tirar o mérito da máquina.

O computador vem com leitor de Blu-ray e HD DVD (para quem guardou como relíquia) e gravador de DVD com suporte a Lightscribe, aquele recurso que grava rótulos nas mídias. Nos gráficos, ela vem com uma NVDIA GeForce 9300 GE com memória dedicada de 256 MB e saída de TV, DVI e HDMI.

Para o áudio, a máquina vem com um conjunto Realtek configurável para seis alto-falantes em 7.1 canais. Há também um sintonizador de TV e FM com software para gravar a programação e um controle remoto da HP integrado ao Media Center do Windows.

Completam o pacote um leitor de cartões de memória 15 em 1 e um monitor HP w2207, de 22 polegadas. O preço, que não deve ser muito atrativo, ainda não foi divulgado.

Aliás, veja a versão anterior do HP Pavilion Elite m9460br, o Media center m9360br, na seção Reviews do site da INFO.

Dica: para suportar 6 GB de memória RAM, a versão do Windows precisa ser de 64 bits. No caso, o HP vem com Windows Vista Home Premium de 64 bits. Máquinas que tenham versões do Windows de 32 bits – ainda a maioria, aliás – aproveitam apenas 3 GB de RAM. Ou seja, se você está se achando com seu superpc de 4 GB de RAM com um sistema operacional de 32 bits, pode chorar, porque 1 GB de RAM está sendo jogado fora.



Portabilidade nada. O que interessa é força. Esse é o lema do notebook com tela de 18,4 polegadas Aspire 8920G, da família de supermáquinas Gemstone Blue, da Acer.

Os recursos de vídeo e som para rodar filmes em alta definição e games no drive Blu-ray do modelo deixam qualquer um de queixo caído. O processamento gráfico é feito por uma aceleradora GeForce 9500M GS ou 9650M GS, ambas com 512 MB de memória dedicada e capazes de preencher com categoria a telona com resolução full HD (1920 por 1080 pixels) Aspire 8920G.

Segundo a Acer, além de saída de som no padrão Dolby Digital, o notebook possui um sistema de alto-falantes 5.1, com um subwoofer de 10 watts RMS. A tela de 18,4 polegadas também pode ser aproveitada para ver TV em alta definição por meio do receptor presente nas versões mais robustas do Aspire 8920G.

Espaço para armazenar vídeo, som e games não é problema, pois é possível instalar dois HDs de 320 GB. O laptop colossal pesa aproximadamente 4 quilos, é baseado em processadores Core 2 Duo, pode receber até 4 GB de memória e vem com Wi-Fi n, Bluetooth e webcam.

Segundo a Acer, o Aspire 8920G chega às lojas brasileiras até o final de maio por 6999 reais, sem detalhar exatamente qual a configuração que estará nas prateleiras.

Cientistas da Univesidade de Swinburne desenvolvem um projeto de nanotecnologia que pretende incluir um petabyte –quatrilhão de bytes– em um só disco, informou o jornal britânico “The Inquiror” na segunda-feira (7).

Com a tecnologia, o disco suportaria uma quantidade de dados 20 mil vezes superior ao dos discos Blu-ray e poderia armazenar até 200 mil vezes mais que os atuais DVDs.

Segundo afirmam os pesquisadores, um CD normal possui espessura de 1,2 milímetros, mas a informação guardada com a tecnologia atual ocupa cerca de 0,1% do volume total. Os outros 99,9% do espaço do disco é desperdiçado.

O projeto, que tem duração de cinco anos e um milhão de dólares de investimento, tem por objetivo desenvolver uma técnica em que este espaço a mais seria utilizado.

A idéia dos pesquisadores é aumentar o número de camadas que podem ser usados para armazenar os dados.