Sua professora nunca acreditou que o cachorro comeu o seu dever de casa. Realmente era dificil. Acho que o único lugar onde cachorros comem deveres de casa é nas lorotas de meninos de 10 anos. Por que, pelo amor de Deus, tanta coisa pra comer, e o danado do bicho vai comer logo o dever de casa? “Novo Pedigree Champ, sabor Matemática”. “Chegou Bonzo sabor Estudos Sociais, seu cãozinho vai adorar”. E o importado: “Biscoitos Caninos sabor inglêsˇ. Porra, você tinha um cachorro ou um porco dentro de casa?

As meninas se justificavam. “desculpe professora, eu não consegui fazer tudo”. (fazendo uma cara igual daquele gatinho do Shrek). Os meninos, cascateiros desde sempre, tentavam meter a do cachorro somaliano. Isso mostra apenas uma coisa: homens mentem. Mulheres se justificam. Sem juizos de valor, sem certos e errados, é apenas assim.

Corta para a namorada se justificando pelo encontro com o ex.

-Amor, encontrei com ele justamente pra dizer que eu amo você.

Corta para o namorado se justificando pelo encontro com a ex.

-Você tá doida? Eu tava comendo um salada de galinha no BB Lanches. Quem tava do meu lado era o Marconi.

Perceber e aceitar isso pode ser uma experiência reveladora. Porque não aceitar a sua natureza em função de paramêtros sociais, é negar a sua própria identidade. Vide o Júnior, tentando fingir que tem uma namorada. Vide a Sandy, fingindo que nunca fez cocô.

Uma vez que você percebe como mentir é bom, os benefícios são enormes. E você começa a equilibrar e balancear a cascata. O que faz todo mundo acreditar. “Professora, tenho um irmão louco que sofre de esquizofrenia múltipla, tem Mal de Munchestein e ele comeu meu dever de casa” Pronto, dúvido que ela diga que é mentira e mande você refazer tudo. O que para uma criança pode trazer grandes beneficios, para um adulto, solteiro, numa noitada pode trazer beneficios nababescos. E a propósito, Mal de Munchestein não existe. Mas se você não sabia, imagine sua professora de 1º grau.

Se o ambiente é de boates e afins, então minta. Minta, minta como se não houvesse amanhã. E sem falsos moralismos, porque a noite é uma mentira. As mulheres já mentem na aparência, fazendo escova, usando vestido que encolhe a barriga, sutiã com enchimento e o pior dizem que saem para dançar usando salto alto. Essa é maravilhosa. Não existe nada que você possa colocar nos pés mais confortável para dançar que um salto alto? Se isso fosse verdade, elas saiam é com uma sapatilha de balé. Mas nem adianta falar, elas vão arrumar alguma justificativa. Tá na natureza.

E vamos ao que interessa: direitos iguais, malandro. Você acha que vou me apresentar como alguém sem grana, não muito interessante e sem carro? Nada, nem sei quem é esse cara. Me chamo Mark Thiessen e sou fotógrafo da National Geographic. Na verdade fico só dois dias aqui em _________________ (preencha com o nome da cidade). Pois viajo em seguida para a Antartida, para fotografar bebês foca. Pronto. Na mesma sentença você mostrou que viaja o mundo, que é fotógrafo, aventureiro e a cereja do bolo: a palavra bebê ao lado da palavra foca. Essa combinação de fofura é fatal. Pronto, você fez a sua boa ação. Ela fica feliz pois vai contar para todas as amigas que na noite anterior saiu com um fotógrafo da National Geographic. Você, feliz porque arrumou alguma coisa. Quer dizer, você não. O Mark Thiessen. Danado esse cara.

Só quem corre o risco de se dar mal é o próprio Mark. Já que ele existe e foi tirado do Google – se é para fazer vamos fazer direito. Vai que um dia bate uma na casa do cara e conta tudo para a mulher dele. Ela mata o coitado. Se bem que mata depois de um tempo, porque ninguém volta assim tão rápido da Antartida.

Só peço que não usem o fotógrafo da National Geographic. Pirão é pouco, meu cuzcuz primeiro.(não lembro mesmo como é a expressão, mas você entendeu). Diz que é goleiro do Udinese. Que mulher conhece o goleiro do Udinese? Diz que é baterista do Roberto Carlos. Sobrinho do Frank Sinatra, Roteirista do Fernando Meirelles. Só não negue nunca, para você, quem você é: um gradissíssimo mentiroso.

Autor: Rafael Pitanguy